fbpx

O Que se Passou Nas Redes Sociais em 2021? 

2021 já ficou para trás e, tudo o que nele se passou. Está na altura certa de fazer uma retrospetiva ao que aconteceu nas redes sociais de modo a estarmos preparados para o que aí vem em 2022.

Facebook

A rede social dominadora da passada década teve um ano cheio com acontecimentos e mudanças profundas. 
 
Em Outubro o Facebook e as restantes redes que fazem parte do seu grupo empresarial estiveram em baixo durante 6 horas! Durante 6 a 7 horas os utilizadores tiveram que recorrer a outras redes para se manterem em contacto com o mundo social. Qual foi a preferida? O Twitter
 
Ainda em Outubro a empresa apresentou a sua nova estratégia com a mudança do nome Facebook, passando agora a chamar-se Meta. Esta, como foi depois apresentada por Mark Zuckerberg, será o começo de uma nova era de redes sociais, um metaverso onde todos estaremos ligados. 

Twitter 

Do outro lado da barricada, o Twitter, também teve muitas mudanças em 2021. 
 
Twitter anunciou em Novembro do ano passado um novo CEO, Jack Dorsey deixou o seu lugar à disposição para Parag Agrawal. Parag definiu logo como meta e objetivo do Twitter, para o resto do ano e para 2022, ser mais rápido em tudo, na divulgação de informação, na resposta rápida de servidores e na qualidade de ligação. 
 
Em termos funcionais o Twitter introduziu uma ferramenta que permite fazer storys , ferramenta esta que acabou por fracassar, pois nem meio ano depois de ser criada o Twitter anunciou a sua remoção. 
 
O Twitter e o seu CEO projetam um crescimento em 2022 depois de ter estagnado um pouco em 2021. 

Instagram

O Instagram apresentou algumas inovações em 2021, sendo que também faz parte do grupo Facebook (agora Meta) e por isso também sofreu com blackout de 6 horas. 
 
No entanto, graças à pandemia o Instagram cresceu, a partir da sua ferramenta IGTV. Esta ferramenta não foi uma novidade, mas o trabalho desenvolvido pelas equipas de marketing marcas foi inovadora para a plataforma. 
 
Em 2021 o Instagram continuou a desenvolver esta ferramenta, dando oportunidade de expandir a sua utilização para diversas atividades. 
 
O streaming no Instagram cresceu imenso em 2021, criando assim concorrência às plataformas de streaming nativas como a Twitch e o Youtube
 
Cada vez mais interativo, foi esta a meta e objetivo que o Instagram procurou alcançar em 2021. Através de polls, Q&A e sugestões de conteúdo o Instagram procurou tornar esse objetivo uma realidade.

Linkedin

Tal como as outras redes sociaisLinkedin aumentou as suas funcionalidades, bem como o seu número de utilizadores. 
 
Estas funcionalidades criaram mais conexões, ajudaram a expandir redes de contactos e em geral o Linkedin criou uma melhor experiência para os seus utilizadores 
 
Graças a isto, o Linkedin foi uma das redes que mais cresceu em 2021, as empresas viram-se representadas no profissionalismo do desenvolvimento apresentado pela rede, e viram uma oportunidade de ligar o seu negócio, à rede e a outros negócios. 

Youtube 

O Youtube voltou a ser o centro das atenções em 2021, tentando ser cada vez mais inclusivo na comunidade dos seus criadores e dando espaço a todos que nele quiseram entrar. 
 
A decisão que mais dividiu a plataforma foi a remoção do botão de dislike. A outrora ideia experimental passou a ideia efetiva em Dezembro de 2021 e muitos dos criadores e utilizadores não gostaram. 
 
Em sua defesa o Youtube diz que a medida foi feita para evitar assédio planeado a criadores de conteúdo do seu site. 
 
Mas, no entanto, os verdadeiros vencedores das redes sociais em 2021 foi o Tik Tok!

Tik-Tok

A aplicação foi a que mais cresceu e continua a crescer, em termos de utilizadores e de visualizações na aplicação. Muitos projetos de marketing começam a passar por testar pequenos vídeos no Tik-Tok e rapidamente expandem a sua atuação com campanhas mais completas e complexas. 
 
Os jovens (e não só!) aderiram com facilidade e fazem-no cada vez mais. Pelo que se projeta que o Tik-Tok mantenha os seus rácios de crescimento em 2022.

Concluindo

Todas as redes sociais tentaram inovar em 2021, algumas com mais sucesso que outras. Parar é morrer e algumas destas redes estavam, segundo os dados, a estagnar, foi preciso reavivar e graças a isto tivemos um 2021 cheio de novas experiências numa tentativa de tentar expandir. 
 
Em 2022, para além de acompanhar a evolução destas redes deveremos estar também atentos a outras plataformas sociais como o Discord, o Reddit, e o aparecimento de plataformas sociais com base na partilha de NFTs. 

Deixe um comentário

Vamos conversar
1
Fale connosco
Olá 👋
Como podemos ajudar?